Cárie Dentária

Cárie dentária: sintomas e tratamento!

A cárie dentária é a destruição progressiva do dente, total ou parcial, que acontece por causa da ação de determinadas bactérias presentes na boca. A presença dessas bactérias associadas a uma alimentação inadequada e uma higiene oral deficiente, facilita o aparecimento das mesmas.

Hoje, nós, da Togni Odontologia, trouxemos mais detalhes sobre os sintomas, os tipos e os possíveis tratamentos para a cárie dentária. Confira!

Sintomas da cárie dentária

Não é uma tarefa fácil de identificar, pois, na maioria das vezes, está em áreas de difícil avaliação e apresentam sintomas quando já está em processo avançado.

Buracos e manchas escurecidas podem ser aspectos visuais que você deve observar. A dor de dente, pode surgir logo ou algum tempo depois de você perceber de que algo não está adequado com seu dente. Por isso, fique atento e não deixe de lado, procure logo um profissional, pois a dor pode piorar e o problema ter tratamento mais complexo.

Tipos de cárie

Apesar do termo “cárie” ser comum entre as pessoas e associadas a dentes escuros, corroídos e dolorosos. Podemos encontrar em diferentes áreas o mesmo problema. Veja:

  • cárie coronária (na coroa, onde visualizamos o desenho do dente): esse tipo de cárie fixa-se na superfície ou entre os dentes. A cárie coronária é o tipo mais comum e pode afetar todas as idades;
    cárie radicular na raiz do dente): costuma afetar pessoas mais idosas, pois com a idade a tendência é que a gengiva vá se retraindo conforme envelhecemos, o que deixa as raízes dos dentes com pouca proteção e a região acaba mais exposta com facilidade na boca, e alimentação dos idosos passa a ser mais rica em carboidratos, principal contribuinte pra cárie.
  • cárie recorrente: esse tipo costuma acontecer em pessoas com restaurações nos dentes, pois a área restaurada está mais propícia a cumular sujeira e o paciente não higieniza corretamente. Isso pode aumentar as chances de cáries.

Possíveis tratamentos para cárie

O tratamento adequado depende do estágio em que a sua cárie está. Por exemplo:

  • Restauração dentária: Quando o problema atinge áreas mais iniciais podemos remover o tecido infectado e a sujeira que ali se encontram, proteger o local e melhorar a aparência do dente. Podem ser realizadas restaurações com materiais que devolvem a naturalidade do dente na mesma consulta. Se a situação for mais complicada, não se preocupe o dentista precisa avaliar cada caso individualmente
  • Tratamento no canal radicular: quando a cárie atinge áreas muito internas no dente o nervo dentário inflama e infecciona. Para resolver, é preciso remover esse tecido danificado e limpar o espaço contaminado por bactérias, por isso se faz necessário o tratamento de canal praesse contaminação ultrapassar o espaço do dente e atingir o osso.
  • Coroa: É a conhecida com prótese, utilizada quando a cárie atinge grande parte do dente e não permite somente colocar resina diretamente no dente durante a consulta, pois o material não tem onde ficar preso e em condições adequadas para as funções do dente.
  • Extração dental: em alguns casos mais avançados é necessário que ocorra a remoção do dente cariado.
  • Implante dentário: em casos mais extremos, o dente acaba por ser atingido pela cárie na porção das raízes, não permitindo que tratamentos anteriores sejam duradouros e seguros. Então se decide pela a raiz dentária artificial é a solução para dar suporte às próteses dentárias e o procedimento é realizado cirurgicamente.

É imprescindível que você procure o dentista em caso de dores ou cavidades nos dentes, pois já se trata de um sinal mais avançado de cárie. Mesmo assim, o ideal é visitar regularmente o dentista para verificar se está tudo bem com sua saúde bucal. Somente assim, é possível fazer a detecção da cárie logo no início e curá-la com um tratamento mais simples.

É claro que você pode evitar a cárie dentária se fizer corretamente a limpeza dos dentes, todos os dias, realizando a escovação a cada refeição. E se você ficou com alguma dúvida, é só deixar um comentário, aqui mesmo, que nós ajudamos você!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *