Radiografia Panorâmica

Extração de siso: recuperação e cuidados pós-cirúrgicos

Muitas pessoas tentam fugir da extração de siso por medo ou até mesmo por terem algum receio de complicações pós-operatórias. A grande questão é que se o procedimento for bem realizado pelas mãos de profissionais capacitados, a recuperação será um sucesso.

Se você precisa fazer uma extração de siso e está com alguns questionamentos sobre o assunto, fique tranquilo. Nós, da Togni Odontologia, separamos algumas das dúvidas mais comuns por aqui na clínica e respondemos para você! Confira:

Quais os principais cuidados para a rápida recuperação?

Neste caso, a dica é bem simples: siga corretamente as orientações do seu dentista. Geralmente, no tempo de recuperação, são necessárias algumas mudanças na alimentação, ingestão de medicamentos para os períodos pré e pós-cirúrgico e cuidados redobrados ao escovar os dentes. Todo esse processo pode durar em torno de 15 dias para as pessoas com boas condições de cicatrização.

A extração de siso precisa de quantos dias de atestado?

Outra questão em que não há uma resposta exata sobre o assunto, pois tudo depende da situação do paciente e da quantidade de dentes extraídos durante o procedimento. Contudo, é comum que os profissionais dentários atestem o afastamento do trabalho de 1 a 5 dias para o paciente ficar de repouso.

É possível realizar atividades físicas durante a recuperação?

As orientações médicas para realizar atividades físicas durante a recuperação geralmente são previstas para 5 a 7 dias após a extração. Mesmo assim, é válido informar que a intensidade deve ser aumentada gradativamente, principalmente durante os primeiros dias.

Podem acontecer complicações?

Como já dissemos acima, cada caso é um caso e, dependendo da situação, podem acontecer complicações durante a recuperação pós-cirúrgica se não realizadas as recomendações dadas pelo cirurgião dentista. Abaixo, algumas situações consideradas normais que podem acontecer nesse período:

  • Inchaço: também chamado de edema, o inchaço é considerado uma resposta natural do organismo para auxiliar no processo de cicatrização. Ele surge durante as primeiras 24 horas após a extração do siso e pode ser tratado com compressas geladas geladas intervaladas ou intermitentes;
  • Sensação de anestesia: a anestesia para a extração de siso costuma durar até 5 horas ou mais e, em alguns casos, pode ser um leve desconforto para o paciente, já que acontece um formigamento por toda a região bucal. A dica é ter paciência e, se a sensação perdurar por muito tempo, procure o mesmo especialista que fez o procedimento para saber mais informações;
  • Trismo Muscular: causada pelo tensionamento de músculos da mandíbula, a trismo muscular limita a abertura e o fechamento da boca durante algum tempo. Basta tomar todas as medicações e cumprir o tempo de repouso para que a complicação desapareça. Caso tenha alguma dúvida, entre em contato com o profissional que realizou o procedimento.

Está agora com a maioria das suas dúvidas respondidas? Se quiser saber mais sobre os casos em que é necessário a remoção dos famosos “dentes do juízo”, fique à vontade para visitar a nossa página sobre extrações de sisos. Por lá, damos diversas outras informações sobre o assunto. Esperamos por você. Até mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *